06 janeiro 2013

Dear Clare,
Provavelmente não sabes cozinhar, com essa tua falta de jeito, mas eu explico-te como é. Vais comprar os produtos e escolhe-os bem. Não muito 'verdes', nem muito 'maduros'. Acreditas que é dessa vez que vais conseguir fazer algo com aquela divisão da qual não tens dado muito utilidade. Pagas o que deves, carregas tudo o que quiseste até ao carro e depois a parte mais difícil, ganhas coragem para acender o fogão e tirares da gaveta aquela faca enorme da qual tens um enorme medo de pegar, com essa tua falta de jeito. Podes aceder à Internet e ver alguma receita mais fácil... Ou ainda ver programas na televisão sobre culinária, para ver se ganhas o jeito à coisa. Podes-me ligar e pedir supervisão para não deitar fogo à casa. Respiras fundo e segues as instruções. Quando acabas, dás um toque teu e metes a refeição bonitinha para dar um gosto à coisa, para pelo menos disfarçar essa tua falta de jeito, se não conseguires vingar com essa tua refeição. Convidas-me a provar e esperas pela decisão. Esteja bom ou mau, o que eu quero dizer é...
Com essa tua falta de jeito, muita gente te pode desencorajar, mas tu, sem medo terás de experimentar e errar, nem que seja em segredo, para ninguém te ver fracassar à primeira, à segunda, à décima vez... Porque  no fundo, o que é mais difícil é começar e quando lhe apanhas o jeito, consegues vingar. Há que tentar. Há que no início, treinar tudo ao pormenor, para depois de olhos tapados, triunfares. Sim, porque daqui a nada és tu que lhes ensinas uma lição. Tudo para te dizer que não te deves rebaixar com os outros e mostrar-lhes que afinal tens jeito para a coisa. Mas nunca te dês como garantida e olha sempre por cima do ombro, combinado?
Sincerely,
Olivia Rose

8 comentários:

  1. Ok. Adorei o blog e já estou a seguir.
    Parabéns, é inspirador.

    http://talkingtosirens.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. adoro a tua escrita, ler-te é aquecer o coração com o fogo das tuas palavras

    ResponderEliminar
  3. estive a ler o blog e o que escreves... tenho que admitir que adoro o conceito e a forma como escreves e transmites uma espécie de sentimento de nostalgia, pelo menos para mim. vou seguir, continua o bom trabalho :3

    http://alexachungscloset.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. deixei-te um selo no meu blog, posta se quiseres :)

    ResponderEliminar
  5. Gostei tanto do post, fez-me sorrir. A escrita tinha algo de "meio cómico" que me fez continuar a ler. Gostei, gostei mesmo muito. :)

    ResponderEliminar
  6. oh querida, que texto maravilhoso. adoro a forma como escreves, tão própria de ti mesma. <3 já te estou a seguir, princesa.

    ResponderEliminar